Emenda parlamentar garante realização de concurso público para professor indígena.

Política

Assinatura do contrato com empresa que realizará o certame aconteceu nesta terça-feira (10); serão ofertadas mil vagas 

A educação indígena deu um passo à frente na manhã desta terça-feira (10). É que o Poder Executivo assinou o contrato para a realização do concurso público exclusivo para professores indígenas. Mas a Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) também teve papel importante, pois a ação só foi possível graças à emenda destinada pela deputada Lenir Rodrigues (Cidadania). 

Durante o evento, realizado no auditório da Secretaria Estadual de Educação e Desporto (Seed), o governo anunciou também o pagamento das progressões dos professores da educação.

Em 2020 a deputada Lenir Rodrigues destinou R$ 500 mil em emendas individuais para a realização do certame direcionado aos professores indígenas. Segundo a parlamentar, o concurso foi incluído como meta, durante a elaboração do Plano Estadual de Educação.

“Nós tratamos a educação indígena como específica e diferenciada. Este concurso é muito esperado por todos. Neste ano direcionei emendas de bancada para a ampliação e reforma da Escola Estadual na Comunidade do Jabuti”, destacou. 

A empresa selecionada para realizar o concurso público foi a Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistência Nacional). Serão ofertadas 1.000 vagas para professores indígenas de Roraima. O concurso foi autorizado por meio de Decreto nº 28.297-E, de 27 de dezembro de 2020.

De acordo com o governador Antonio Denarium (sem partido), o salário ofertado será acima do teto nacional.  “Desde 2007 não é realizado um concurso estadual na área da educação. Além disso, estamos construindo mais de 100 escolas em todo o Estado”, informou. 

Pagamento de progressões

Neste mês o governo de Roraima pagará as progressões atualizadas dos servidores aposentados e falecidos. Até o fim de 2021, pelo menos dois mil professores devem receber esse direito garantido em lei.

A deputada Catarina Guerra (SD) esteve presente no momento do evento e destacou a importância das ações realizadas para a Educação. “Isso possibilitará uma educação de qualidade aos alunos que vivem em comunidades indígenas. Os professores devem ficar atentos, pois a Escolegis em breve terá novidades para auxiliar esses profissionais na tão sonhada aprovação”, destacou. 

Texto: Bruna Gomes

Foto: Marley Lima

SupCom ALE-RR

Deixe um comentário